Há 54 anos entregando soluções em embalagens plásticas

Nosso Blog

Diferenças entre PP e PE

Você sabe a diferença entre os plásticos PE e PP? Basicamente, o plástico PE (polietileno) é resistente e pode ser submetido a baixas temperaturas sem sofrer alterações, porém não oferece a mesma transparência do plástico PP (polipropileno), que é muito utilizado na fabricação de brinquedos e sacos plásticos translúcidos e brilhantes, os mais indicados para exposição de mercadorias. Vamos conhecer um pouco melhor esses dois plásticos.

Um dos tipos de plástico mais comuns, o polietileno ou polieteno (PE) é o polímero quimicamente mais simples e inerte, sendo obtido pela polimerização do etileno. Não é tão transparente como o polipropileno, mas é resistente a baixas temperaturas, sendo o tipo de plástico indicado para embalar gelo e produtos congelados. Soldado mais facilmente, é indicado para embalar líquidos ou produtos pesados. Outras aplicações do polietileno: sacolas de supermercados, caixotes para peixes, cervejas e refrigerantes, frascos para shampoo e detergentes, frascos para sorvetes, tubulação para telefonia, gás, água potável e uso sanitário, etc. Quanto ao polietileno de baixa densidade (PEBD), trata-se de material atóxico, flexível, impermeável, leve, transparente e inerte ao conteúdo, com processamento fácil e baixo custo, sendo apropriado para sacolas de lojas e magazines, embalagens automáticas de alimentos e produtos industriais (leite, água, plásticos), garrafas térmicas, frascos de alimentos, medicamentos e cosméticos, mangueiras para água, etc.

Já o plástico polipropileno ou polipropeno (PP) é um polímero artificial derivado do propeno. É um termoplástico, ou seja, um plástico que pode ser moldado e reciclado. O polipropileno pode ser identificado em materiais por meio do símbolo triangular de reciclável, com um número cinco (5) por dentro e as letras PP por baixo. Claro e transparente, o polipropileno não tolera temperaturas abaixo de zero, podendo se romper. Já podemos deduzir que não é o tipo de embalagem apropriada para produtos congelados. Por outro lado, o polipropileno é ideal para produtos que devem ser visíveis ao consumidor através das embalagens, que são brilhantes e translúcidas. Além disso o PP tem uma barreira maior para entrada de gases, o que faz com que o alimento dure mais tempo, já que diminui o contato com o oxigênio e portanto evita que ele murche.

Vejamos as principais características do polipropileno: baixo custo, elevada resistência química, fácil moldagem, fácil coloração, atoxidade, baixa absorção de umidade, boa resistência ao impacto, etc. O polipropileno é aplicado com vantagens em embalagens flexíveis, sacos e filmes para grãos e fertilizantes, brinquedos, copos plásticos, cadeiras plásticas, embalagens e recipientes para alimentos, remédios, produtos químicos, tampas, carpetes, seringas de injeção, material hospital esterilizável, autopeças, peças para máquinas de lavar, cabos para ferramentas manuais, etc.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

Postagens Recentes

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.